Questão:
Vou me arrepender de comprar uma lente mais antiga que não tem foco automático ou estabilização de imagem com minha Nikon D5000?
Patrick Desjardins
2010-08-18 19:21:47 UTC
view on stackexchange narkive permalink

Estou planejando comprar uma Lente de foco automático Nikon AF normal 50 mm f / 1.8D da Nikon.

Não tem foco automático na D5000, mas pelo preço, eu acho é uma boa escolha de lente para retrato.

O que você acha? Vou me arrepender de não ter AutoFocus, nem VR?

Só para que todos saibam que esta len é a melhor de todas as minhas len! Claro que não posso atirar rápido por causa do foco, mas o resultado é incrível!
Eu estava apenas brincando de freelensing usando minha Nikon D5000 e Nikkor 50mm f / 1.8 AF-D. Eu não acho que você vai se arrepender de ter recebido isso. Eu amo o visual retrô das fotos que tirei com essa lente nesta câmera.
Usei o termo "retro" no contexto de freelensing. As imagens que tirei usando técnicas de freelensing têm uma qualidade fotográfica quase retrô. Não estou dizendo que a lente é retro. por exemplo. Eles não se parecem com imagens tiradas com a lente instalada na câmera.
+1. Obrigado por explicar como freelensing, eu não conhecia o termo.
Cinco respostas:
#1
+8
Jason Sundram
2010-08-18 20:07:46 UTC
view on stackexchange narkive permalink

VR: não acho que a VR seja importante para retratos, onde você pode controlar a iluminação para garantir uma velocidade do obturador rápida e adequada (1/125 ou 1/250) para evite o desfoque devido ao movimento da câmera.

AF: Isso depende de quão bom você é em focar manualmente. Para retratos com profundidade de campo rasa (grande abertura), é fundamental certificar-se de que um ou ambos os olhos estão em foco perfeito. Se você pode fazer isso manualmente, por favor, vá para a lente de foco manual.

Antes de comprar, você pode tentar focar manualmente em uma das lentes que você já possui e, em seguida, verificar o foco observando a imagem em tamanho real no computador. Costumo perceber que perdi um pouco ao focar manualmente, mas algumas pessoas são muito boas.

#2
+3
decasteljau
2010-08-18 20:38:21 UTC
view on stackexchange narkive permalink

O foco manual com a 50mm f / 1.8 é extremamente difícil e a profundidade de campo é muito rasa quando a lente está totalmente aberta. O visor da D5000 é pequeno e a exibição ao vivo não fornece detalhes suficientes para focar. Freqüentemente, você pensará que seu foco está correto, mas descobrirá que está um pouco fora de foco quando voltar para o computador.

Portanto, eu não recomendo. Você poderia olhar para a versão Nikon f / 1.4 AF-S (não a AF), que tem um motor, ou talvez a Sigma 50mm f / 1.4, mas são todas mais caras.

Atualização : agora existe uma Nikon f / 1.8 AF-S com foco automático. É uma compra obrigatória.

Sua sugestão é para 1.4 e eles são automaticamente mais caros por causa do F. mais baixo. Obrigado por sua contribuição, agradeço um outro ponto de vista.
Eu também tenho a 50 f / 1.4 AF-S e ela funciona muito bem, mas custa US $ 300 a mais que a 50 f / 1.8.
#3
+2
jfklein13
2010-08-18 20:10:12 UTC
view on stackexchange narkive permalink

O foco manual parece plausível para retratos, especialmente se você estiver em um tripé. Se você atirar com uma profundidade de campo rasa, obviamente o foco se torna muito mais importante.

Se você atirar amarrado, pode verificar o seu foco.

Se estiver motivado, pode trabalhar sua técnica de foco manual.

Acho que seu único arrependimento seria não pesquisar esta questão até saber claramente quais são as compensações. Se você sabe quais são as limitações e está disposto a viver com elas, não se arrependa.

#4
+1
Frank Hale
2011-02-23 02:04:27 UTC
view on stackexchange narkive permalink

Tenho a Nikkor 50mm f / 1.8 AF-D e já a usei na minha D5000 várias vezes. O foco é um pouco complicado e eu tirei várias dezenas de fotos fora de foco, mas por outro lado tirei várias fotos que realmente gostei. Eu basicamente trato o foco manual como um desafio e não como uma limitação.

#5
  0
mark
2016-01-05 22:43:21 UTC
view on stackexchange narkive permalink

Comecei a escola de fotografia com uma Nikon F2s, em 1987. Usei três lentes principais: 24mm f2.8, 50mm f2 e 105mm f2.5. O visor no F2s é grande, brilhante e 100% full frame. Minhas lentes primárias eram todas recortadas sem AI, datadas entre 1959 e 1968. O elemento de foco era muito suave em todas as lentes e podia facilmente ajustar-se a uma granulação muito fina. Com um F-stop máximo de f2, f2.5, f2.8, muita luz entrou na câmera tornando o foco manual fácil e claro.

Ainda uso essas lentes em minhas câmeras Nikon Digital Pro. No entanto, o visor é menor e mais escuro, tornando o foco de granulação fina mais difícil de ver. Ainda assim, essas câmeras profissionais têm um recurso de foco telêmetro no canto inferior esquerdo que mostra se o foco está correto. Mostra < 0> quando o círculo está aceso, então a imagem geralmente está em foco.

Eu tenho um Fuji S3 pro. O visor é muito menor e mais escuro. É difícil ver o que está em foco. Além disso, eu uso a Nikkor 18-55 mm na Fuji. No modo manual, o elemento de foco é muito leve e rápido, o que destrói completamente a possibilidade de foco de granulação fina. E também porque a abertura máxima é 3,5, menos luz entra para ver quando estou no foco adequado. O Fuji tem um ponto sem setas. Mas não posso confirmar visualmente se o foco está correto.

Com o Fuji e o 18-55, quando estou usando o foco manual, frequentemente tenho que "refocar" a imagem no meu computador.

Recentemente comprei uma lente Nikkor 300mm F4.5 de primeira geração. É muito divertido! Eu tiro com a ação do obturador mais rápida nas D2hs. É ótimo para atirar em pássaros e libélulas! Longa distância não foca muito bem, mas a compressão da imagem é sempre divertida. Com o sensor DX, F4.5 - F5 é sempre a foto mais nítida.



Estas perguntas e respostas foram traduzidas automaticamente do idioma inglês.O conteúdo original está disponível em stackexchange, que agradecemos pela licença cc by-sa 2.0 sob a qual é distribuído.
Loading...